Orquestra de Câmara e Coral Jovem Sesc se apresentam no Festival Nacional da Cultura

Apresentações ocorrem na etapa final do Festival, em Boa Esperança

Uma das áreas de atuação do Sesc, a cultura, transforma a vida de milhões de pessoas diariamente. Promover o acesso a manifestações artísticas, incentivar o surgimento de novos valores e manter vivas as tradições culturais fazem da instituição um dos principais agentes culturais em atuação no país. Por isso, eventos com essa finalidade são apoiados por nós. Um exemplo é o Festival Nacional da Canção (Fenac), que está completando 49 edições em 2019. Maior evento do gênero no país, o Fenac tem como principal objetivo o incentivo e a divulgação dos novos talentos da música brasileira.

E já que estamos falando de talentos que estão surgindo, este ano, além do apoio cultural ao evento, o Sesc em Minas levará duas atrações para Boa Esperança, no Sul de Minas, local da finalíssima do Fenac. O público poderá conhecer de perto o trabalho realizado pela Orquestra de Câmara Sesc e pelo Coral Jovem Sesc. Duas iniciativas que promovem o acesso à cultura por meio do ensino da música e está transformando a vida de centenas de crianças e adolescentes de BH e Região Metropolitana.

As apresentações serão no dia 7 de setembro (sábado), e integram as atividades do Fenac e do Festival Nacional da Cultura, evento paralelo e complementar à programação principal. O palco montado na Praça Júlio Maria recebe o Coral Jovem Sesc, às 17h30, e a Orquestra de Câmara Sesc, às 20h30, abrindo a última noite de festival. A entrada é gratuita.

 

SAIBA MAIS SOBRE A ORQUESTRA DE CÂMARA E O CORAL JOVEM SESC

Criados em 2012, os dois projetos musicais promovem o aperfeiçoamento artístico, social e cultural de estudantes matriculados na rede regular de ensino pública e particular, podendo abrir as portas para uma futura profissão, além de trazer benefícios pessoais para os participantes, como despertar o senso de responsabilidade, a convivência em grupo e o trabalho em equipe. A participação em ambos projetos é gratuita, sob processo de seleção.

 

A Orquestra de Câmara é regida pelo maestro Eliseu Barros e disponibiliza 130 vagas para alunos de Belo Horizonte e Região Metropolitana, com idades entre 10 e 19 anos. O aperfeiçoamento artístico dos integrantes é desenvolvido por meio de vivências diárias nas aulas de contrabaixo, violino, viola, violoncelo, musicalização e prática de conjunto. Desde a sua implantação, 390 alunos já passaram pelo projeto com duas turmas formadas nos anos de 2016 e 2018.

Complementar à Orquestra, em 2012 também foi criado Coral Jovem Sesc, regido pela maestrina Flávia Campanha. O grupo é formado por 60 adolescentes e jovens com idade inicial entre 15 e 19 anos e possui repertório misto, composto tanto por canções eruditas quanto por músicas populares, além de performances corporais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.