Espetáculo “O Auto da Compadecida”, no Fecult, trouxe histórias do imaginário brasileiro

Eles são amigos e levam uma vida, digamos peculiar: acreditem, vivem de golpes para ganhar o pão de cada dia. João Grilo e Chicó são sertanejos!  E colocam em prática no dia a dia a esperteza e boas pitadas de inteligência para passar pelas dificuldades de uma vida sem muitos recursos financeiros. Mas uma história como essa tem uma grande reviravolta, até que os amigos encontram com o cangaceiro Severino de Aracaju. Essa é uma história baseada na obra de Ariano Suassuna, escritor, dramaturgo, ensaísta poeta e professor, falecido em 2014, mas que deixou para o Brasil um grande legado relacionado às letras.
O espetáculo “O auto da compadecida” marcou presença confirmada no Festival Nacional da Cultura em Guapé. O teatro é encenado pelo elenco do Grupo Coliseum de Teatro, de Passos. Veja as fotos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.